Jogador recebe críticas e ameaças após dizer que “gays vão para o inferno”

O atleta tem 29 anos e é conhecido por sua fé e por seu talento na modalidade, sendo conhecido com um dos melhores de seu tempo.

Publicado em por

Jogador recebe críticas e ameaças após dizer que "gays vão para o inferno"


O jogador de Rugby Israel Folau comprou uma imensa briga com a comunidade LGBT de todo o mundo ao declarar em sua rede social que os ‘homossexuais devem se arrepender de seus pecados para não ir para o inferno’, e a seguir recebeu uma avalanche de críticas e ameaças, que segundo eleição invés de intimidá-lo, fortaleceram ainda mais suas convicções.
Folau, defende o time dos “Wallabies”, equipe australiana, declarou não ter se surpreendido com a repercussão de suas palavras, que causou muita revolta até mesmo em alguns de seus seguidores.
Ele então passou a usar sua redes sociais para compartilhar dizeres e versículos bíblicos de incentivo a quem é atacado por seguir as ideologias cristãs conservadoras.
+ Yudi Tamashiro sofre críticas na internet, após sua conversão
A confederação “Rugby Australia” emitiu uma nota de esclarecimento divulgando que a organização não compartilha do discurso de Israel e que suas “crenças pessoais não refletem os pontos de vista de Rugby na Austrália”.
Folau expressou claramente suas crenças religiosas porque sua fé é importante para ele, mas foi tirado do contexto nas redes sociais, porque ele não pretendia incomodar ninguém”, afirmou o diretor executivo Castle que saiu em defesa de Folau, mas advertiu:
“O Rugby Austrália usará essa experiência como uma oportunidade para lembrar a todos os funcionários que eles são obrigados a usar as mídias sociais de maneira respeitosa.”
Folau sempre usa as rede sócias para expressar sua fé, e um pouco ante dessa declaração polêmica ele havia compartilhado o plano da salvação de Jesus, quando um de seu seguidores o interpelou perguntando qual seria o plano de Deus para os homossexuais, foi quando o jogador prontamente respondeu “Inferno … A menos que eles se arrependam de seus pecados e volte-se para Deus “,causando tremenda indignação na comunidade LGBT.





Copyright © Beenla Networks LTDA. Todos os direitos reservados.