“É um milagre” descreveu moça baleada na cabeça durante assalto no Rio de Janeiro

Já de alta médica, Michelle diz sonhar amamentando o filho Antônio que continua internado.

Publicado em por



Após ser atingida por uma bala na cabeça durante uma tentativa de assalto em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, Michelle Ramos da Silva Nascimento falou sobre os momentos de terror.

Com 33 anos, Michelle trabalha como substituta de tabelião em um cartório. Ela foi noticia em todo o país, por conta da tentativa de assalto que ela sofreu no dia 13 de janeiro. Atingida na cabeça por uma bala, Michelle estava grávida de oito meses.

No momento do assalto ela estava acompanhada do marido, que é corretor de imóveis. Wallace Silva de Araújo, disse que eles estavam em um carro, quando foram abordados por homens armados.

Michelle estava internada no Hospital Mário Lioni, em Duque de Caxias e recebeu alta nesta quarta-feira (24). Seu bebê, que se chama Antônio, segue internado, mas a mãe promete está com ele todos os dias.

A moça agradeceu a Deus e aos médicos, por ter sobrevivido. “Humanamente é um milagres”, disse Michelle emocionada.

Ela falou sobre o sonho de cuidar de seu bebê e poder amamenta-lo, já que ele nasceu de maneira prematura.

“Desde domingo eu estou acompanhando diariamente. Eu ainda não peguei no colo, ainda não amamentei, mas estou na expectativa boa”, revelou a paciente, que disse ainda ter um “amor incondicional” pelo filho.

Ela encerrou a conversa agradecendo as orações e a mobilização das pessoas.

O marido de Michelle, Wallace Araújo, disse que prefere agora pensar positivamente e seguir com a rotina normalmente.

“A mão de Deus ajuda. Opera milagres. Prefiro pensar na corrente do bem. O amor sobrepujou”, concluiu Wallace.





Copyright © Beenla Networks LTDA. Todos os direitos reservados.