Vanilda Bordieri se filia a partido político e rebate críticas em rede social

Publicado em por

Vanilda Bordieri se filia a partido político e rebate críticas em rede social


Depois da cantora Flordelis se filiar ao PSD para concorrer ao cargo de deputada estadual, agora foi a vez da cantora Vanilda Bordieri, a cantora se filiou ao Patri, (Partido Patriota), durante um evento no interior de São Paulo.

A adesão aconteceu nesta última terça-feira (3) e além da filiação, ela também foi nomeada a presidência feminina do partido.

O evento foi realizado na Câmara Municipal de Sorocaba, São Paulo, e foi prestigiado por várias figuras de renome como a amiga também cantora Célia Sakamoto que também se filiou ao partido político e disse ser muito importante a entrada da amiga para o mundo político:

“Que Deus dê graça, ousadia e, acima de tudo, autoridade para que Vanilda possa fazer a diferença … O que as pessoas esperam de nós é um sim na hora precisa. A causa coletiva é boa! O bem da maioria deve ser a nossa prioridade. Deus abençoe”, destacou Célia.

Na ocasião também se filiou a amiga em comum das cantoras Ana Lúcia Laka.

Tudo indica que Vanilda Bordieri está muito determinada em fazer dar certo sua trajetória política como foi a musical, até aqui, ela mostra não estar se importando com a repercussão negativa entre seus fãs, e o que sua entrada para a vida política pode trazer.

Ao expor as fotos de sua filiação na rede social, a cantora foi atacada por um seguidor que a questionou se a decisão de entrar para política era mesmo da vontade de Deus, e Vanilda não hesitou em responder:

“Essa pergunta você pode fazer a Ele. pois só ele pode te responder … o que me falou Não preciso falar pra você apenas segredo meu e dele”, respondeu franca e objetivamente a cantora.

O partido que foi fundado por Adilson Barroso em 2011, antes chamava-se Partido Ecológico Nacional(PEN) até 2017, quando foi renomeado para PATRI.





Copyright © Beenla Networks LTDA. Todos os direitos reservados.