Jogador Tua Tagovailoa admitiu orar em línguas para vencer jogo

Aqui no Brasil o esporte também é um meio de evangelizar e bem aceito no meio desportista.

Publicado em por Micael Batista

Jogador Tua Tagovailoa admitiu orar em línguas para vencer jogo


Um atleta do Futebol americano chamou atenção do mundo ao dedicar sua vitória no campeonato nacional a Deus.

Tua Tagovailoa não pensou duas vezes, e disse que estava orando em línguas no momento que conseguiu a façanha de aplicar um passe chamado touchdown, que o colocou como o artilheiro do jogo da partida que aconteceu em Atlanta, no Alabama.

“Eu estava orando”, diz Tagovailoa. “Eu estava falando em línguas. Isso me manteve calmo…eu diria que meu equilíbrio vem da minha fé. Eu apenas oro pela paz”, afirmou Tua.

“‘Em primeiro lugar, eu gostaria de agradecer ao meu Senhor e Salvador, Jesus Cristo … Toda a glória é para Deus. Não posso descrever o que Ele fez por mim e minha família. Já mais pensei que estaria aqui neste momento’”, continuou.

Não é um fato comum. O testemunho do jovem Tagovaloia chamou a atenção do Pastor Franklin Graham, que celebrou a atitude do rapaz de ainda 18 anos, falar de Deus em plano canal ESPN, recheado de jornalistas liberais, não muito a favor que se fale em Deus.

E ele publicou em sua conta do facebook na terça-feira, 09

“No caso de você ter perdido, o novato do quarterback do Alabama, Tua Tagovailoa, usou seu momento no centro das atenções para testemunhar a glória de Deus e Seu Filho Jesus Cristo após o jogo #NationalChampionship da noite passada “,

O pastor ainda disse que é muito lindo ver um jogador ainda tão jovem glorificando a Deus,usando o seu trabalho e vitória para proclamar o amor de Deus para milhões de pessoas através da mídia. Graham disse que “ Isso é um vencedor. Um tremendo trabalho, Tua!”

É comum ver jogadores celebrando gol fazendo menção de Deus, mostrando camisas com dizeres cristãos ou pedindo a programa de notícia para colocar hinos como comemoração de seus gols.





Copyright © Beenla Networks LTDA. Todos os direitos reservados.