11 Cristãos são mortos no Egito durante ataque extremista

São constantemente alvos de ataque de grupos extremistas, disse Ashour.


Publicado em: 09/01/18 às 15:14 por Micael Batista | Atualizado em 09/01/2018 às 15:14


Cerca de nove pessoas foram mortas depois que um homem armado abriu fogo em uma igreja cristã copta próxima de Cairo, capital do Egito.
Segundo informações do governo, um homem tentou entrar na igreja de Mar Mina, no distrito de Helwan, ao sul do Cairo, na sexta-feira depois de atacar um loja Coptic, onde matou duas pessoas.
O assaltante ao tentar fugir, foi alvejado pela polícia antes de ser preso.
Relatos locais disseram que um policial foi ferido junto com outras vítimas, a maioria dos quais coptas cristãs.
O Estado islâmico do Iraque e o grupo Levant (ISIL) reivindicaram os ataques através de uma declaração de propaganda Amaq não comprovada, afirmaram as fontes de investigação.
Omar Ashour, professor de estudos de segurança no Instituto de Doha, disse à Al Jazeera que o ataque fazia parte de uma “crise em curso” no Egito.

“É mais continuidade do que mudança, ainda precisamos de mais detalhes para afirmar, mas até agora o Egito testemunhou mais de 2.000 ataques nos últimos três anos“, disse ele.

Alvos de ataque

Os coptas são cristãos descendentes dos cristãos que haviam no Egito no século I, eles resistiram firmemente a invasão islâmica e pagaram alto preço por não aceitarem a cultura e por não negarem sua fé durante os séculos.
São constantemente alvos de ataque de grupos extremistas, disse Ashour.
Os muçulmanos sufíes são um grupo mais recente e, “até certo ponto”, visando os militares e policiais egípcios.
Outro alvo são os correspondentes da mídia, que o grupo intenta alcançar.
Mas não existe uma estratégia de combate às ações desses grupos, disse Ashour.
“Há duas questões, uma é a crise política no Egito que se desenrolou após 2013.
Isso não foi resolvido e está criando cada vez mais recrutamento e radicalização para grupos armados de várias formas”, afirmou.
“Há também, basicamente, uma série de erros de contra-insurgência e contraterrorismo que as forças egípcias têm cometido, e isso está adicionando mais e mais petróleo ao fogo”.
A minoria cristã do Egito representa cerca de 10% da população do país.




Mais lidas

Mais artigos

Evangélico; Wesley Safadão vai à igreja mesmo com uma agenda de 25 shows por mês

O cantor ainda é muito criticado por ainda atuar no meio secular depois da sua conversão


Padre pede liberdade de Lula e depois se desculpa

O caso foi registrado no último domingo (21) durante a celebração de uma missa.


Após abandonar música gospel; Tonzão diz estar muito endividado e pede orações

O anuncio da falta de dinheiro foi feito numa das redes sociais do cantor, que deixou o gospel no final de 2017.


Igrejas de SP podem ficar isentas de taxas | Câmara já aprovou

O projeto foi votado e aprovado, agora segue pra sanção do prefeito João Dória


Igreja de R.R Soares deve quase R$15 Milhões à União |

Segundo levantamento, passa de R$900 milhões a dívida de entidades religiosas com o Governo


Presidente – Michel Temer pede orações após descobrir doença

Assessores de Temer estão pedindo que os pastores levantem um clamor pela vida do presidente


Magno Malta se irrita e ameaça processar a TV Senado –

O Senador insistiu que o câmera focasse na foto que ele segurava enquanto discursava


Cantor gospel | morre eletrocutado durante evento em igreja

Ele encostou em um fio desencapado e recebeu uma forte descarga. Foi levado ao hospital e faleceu.


Site lança biografia polêmica da cantora gospel Flordelis

A carreira música e política de Flordelis também é destacada no texto, que já recebeu duras críticas.


Veja | quais são as 7 músicas gospel que ficarão para história

Confira a lista das músicas gospel que marcaram nossa geração