Após prisão por agressão e porte ilegal de arma, Naldo Benny procura igreja

Após chorar em entrevista ao "Fofocalizando", do SBT, enquanto dizia se sentir "um lixo" pelo que fez, Naldo procurou ajuda de uma igreja evangélica


Publicado em: 09/12/17 às 11:08 por Micael Batista | Atualizado em 09/12/2017 às 11:08


Naldo Benny foi acusado de ter agredido sua mulher Ellen Cardoso, e terá que deixar a casa onde mora no Rio de Janeiro.
A ordem partiu da juíza Ana Paula Delduque, do terceiro Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, do Fórum de Jacarepaguá, nesta última quinta-feira (7).
A decisão foi tomada após uma medida protetiva feita pela Mulher Moranguinho, por meio de seu advogado. Agora, ela volta para casa com sua filha, enquanto o Naldo terá que sair e deixar a chave.
Tudo será acompanhado por um oficial de justiça para se certificar de que as ordens da juíza estão sendo executadas corretamente.
Com informações do jornal “O Dia” e outros portais de noticias gospel, o cantor já está ciente sobre a medida protetiva solicitada pela esposa.
Portanto, o veterano já foi informado de que deverá ficar a, pelo menos, 100 metros de distância da esposa. O investigado deve deixar a casa já nos próximos dias.
E de lá ele vai direto para um retiro espiritual. Após chorar em entrevista ao “Fofocalizando”, do SBT, enquanto dizia se sentir “um lixo” pelo que fez, Naldo procurou ajuda de uma igreja evangélica, para ser ajudado espiritualmente e deve se isolar por alguns dias.
O saldo do incidente não foi nada bom para o cantor, que perder importantes contratos de shows para o fim do ano.

A prisão de Naldo Benny

Naldo Benny foi detido na última quarta-feira (6), no Rio de Janeiro, por porte ilegal de armas.
A própria esposa teria denunciado o cantor, conhecida como a Mulher Moranguinho, que esteve na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) para informar que foi vítima de agressões – ela teria recebido socos, chutes e puxões de cabelo em uma briga, por conta de uma briga por ciúmes.
O artista pagou fiança e logo após, deixou a delegacia e explicou que não se lembrava de ter um revólver em sua residência. “Houve um assalto aqui há uns anos.
As pessoas que trabalhavam comigo na época acharam melhor eu ter uma arma. Mas eu nem sabia onde ela estava”, explicou ao jornalista Leo Dias.




Mais lidas

Mais artigos

Aline Barros fica surpresa pelo público alcançado com o seu novo projeto

Os seguidores da artista gospel estão achando magnifico, e ficaram impressionados


Cantor gospel Carlinhos Félix concede entrevista exclusiva ao Gospel Post

Desde sempre eu tenho esse chamado e Deus me escolheu mesmo, como agente canta, 'lá no ventre da minha mãe'.  


Silas Malafaia quebra o silêncio e rebate as críticas da revista Veja!

A revista Veja! nesse domingo (26) fez uma publicação onde dizia que a bancada evangélica estava com medo de se manifestar sobre as mobilizações de ontem


Juninho Black quebra silêncio e revela verdade sobre seu casamento

O artista gospel após ter negado não está com affair, revelou toda a verdade para o mundo gospel que ainda apostou em um recomeço


Fernanda Brum fala pela primeira vez sobre pacto com o diabo

A cantora gospel e pastora Fernanda Brum, é um dos maiores nomes da música evangélica. Com isso, influencia muitas pessoas


Tronco cai sobre automóvel de pastor e causa grave acidente

O acidente entretanto, aconteceu em Carolina do Norte, envolvendo o pastor de uma igreja local.


Igreja Universal realiza feito histórico e fiéis comemoram

O fato se tratou de um casamento simultâneo que segundo a estimativa, uniu  10.784 casais


Malafaia fala sobre deputados que voltaram contra a COAF; ‘rabo preso’

No entanto, a sua indignação dessa vez, tratou-se sobre os parlamentares da bancada evangélica que voltaram contra a COAF


Pastor é morto a tiros a mando de traficantes e família se desespera

O pastor João Auzier Neto, de 65 anos foi assassinado com pelo menos três tiros. O caso aconteceu no bairro Nova Esperança localizado em Manaus-AM


Presidente toma decisão inesperada e cristãos se entristecem

As expectativas da maioria dos católicos não foram atendidas, pois recentemente o presidente havia dito que iria consagrar o país a Nossa Senhora