Após prisão por agressão e porte ilegal de arma, Naldo Benny procura igreja

Após chorar em entrevista ao "Fofocalizando", do SBT, enquanto dizia se sentir "um lixo" pelo que fez, Naldo procurou ajuda de uma igreja evangélica


Publicado em: 09/12/17 às 11:08 por Micael Batista | Atualizado em 09/12/2017 às 11:08


Naldo Benny foi acusado de ter agredido sua mulher Ellen Cardoso, e terá que deixar a casa onde mora no Rio de Janeiro.
A ordem partiu da juíza Ana Paula Delduque, do terceiro Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, do Fórum de Jacarepaguá, nesta última quinta-feira (7).
A decisão foi tomada após uma medida protetiva feita pela Mulher Moranguinho, por meio de seu advogado. Agora, ela volta para casa com sua filha, enquanto o Naldo terá que sair e deixar a chave.
Tudo será acompanhado por um oficial de justiça para se certificar de que as ordens da juíza estão sendo executadas corretamente.
Com informações do jornal “O Dia” e outros portais de noticias gospel, o cantor já está ciente sobre a medida protetiva solicitada pela esposa.
Portanto, o veterano já foi informado de que deverá ficar a, pelo menos, 100 metros de distância da esposa. O investigado deve deixar a casa já nos próximos dias.
E de lá ele vai direto para um retiro espiritual. Após chorar em entrevista ao “Fofocalizando”, do SBT, enquanto dizia se sentir “um lixo” pelo que fez, Naldo procurou ajuda de uma igreja evangélica, para ser ajudado espiritualmente e deve se isolar por alguns dias.
O saldo do incidente não foi nada bom para o cantor, que perder importantes contratos de shows para o fim do ano.

A prisão de Naldo Benny

Naldo Benny foi detido na última quarta-feira (6), no Rio de Janeiro, por porte ilegal de armas.
A própria esposa teria denunciado o cantor, conhecida como a Mulher Moranguinho, que esteve na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) para informar que foi vítima de agressões – ela teria recebido socos, chutes e puxões de cabelo em uma briga, por conta de uma briga por ciúmes.
O artista pagou fiança e logo após, deixou a delegacia e explicou que não se lembrava de ter um revólver em sua residência. “Houve um assalto aqui há uns anos.
As pessoas que trabalhavam comigo na época acharam melhor eu ter uma arma. Mas eu nem sabia onde ela estava”, explicou ao jornalista Leo Dias.




Mais lidas

Mais artigos

Evangélico; Wesley Safadão vai à igreja mesmo com uma agenda de 25 shows por mês

O cantor ainda é muito criticado por ainda atuar no meio secular depois da sua conversão


Padre pede liberdade de Lula e depois se desculpa

O caso foi registrado no último domingo (21) durante a celebração de uma missa.


Após abandonar música gospel; Tonzão diz estar muito endividado e pede orações

O anuncio da falta de dinheiro foi feito numa das redes sociais do cantor, que deixou o gospel no final de 2017.


Igrejas de SP podem ficar isentas de taxas | Câmara já aprovou

O projeto foi votado e aprovado, agora segue pra sanção do prefeito João Dória


Igreja de R.R Soares deve quase R$15 Milhões à União |

Segundo levantamento, passa de R$900 milhões a dívida de entidades religiosas com o Governo


Presidente – Michel Temer pede orações após descobrir doença

Assessores de Temer estão pedindo que os pastores levantem um clamor pela vida do presidente


Magno Malta se irrita e ameaça processar a TV Senado –

O Senador insistiu que o câmera focasse na foto que ele segurava enquanto discursava


Cantor gospel | morre eletrocutado durante evento em igreja

Ele encostou em um fio desencapado e recebeu uma forte descarga. Foi levado ao hospital e faleceu.


Site lança biografia polêmica da cantora gospel Flordelis

A carreira música e política de Flordelis também é destacada no texto, que já recebeu duras críticas.


Veja | quais são as 7 músicas gospel que ficarão para história

Confira a lista das músicas gospel que marcaram nossa geração