Pastor expulsa preletora, alegando que estava “com traje de macumba”

E quando ela estava se preparando para começar seu trabalho, chegou o pastor da igreja, e a expulsou, não somente ela, mas como todos que vieram juntamente com Tia Kelly


Publicado em: 07/12/17 às 10:12 por Micael Batista | Atualizado em 07/12/2017 às 10:12


Uma preletora infantil foi expulsa de uma igreja evangélica na cidade de Jussara (PR), neste último domingo(3), e o motivo seria a roupa de sua personagem, a tia Boneca.
Kelly Andrade, mais conhecida como Tia Boneca, congrega na Assembleia de Deus Ministério Belém de Santos, no litoral de São Paulo e recebeu o convite para ir até o estado do Paraná, para se apresentar para algumas crianças em um evento.
A própria preletora contou a um site de noticias gospel, de que teria recebido claras recomendações sobre como proceder na Igreja Evangélica Luz do Mundo e, inclusive, não era possível passar maquiagem ou usar perucas, devido a igreja ainda ser bem tradicional.
A irmã então, viajou e para se apresentar levou apenas sua jardineira branca com notas musicais estampadas, prendeu os cabelos em duas partes(maria Chiquinha), passou corretivo e rímel para ficar parecendo uma boneca.
E quando ela estava se preparando para começar seu trabalho, chegou o pastor da igreja, e a expulsou, não somente ela, mas como todos que vieram juntamente com Tia Kelly.

“Segundo esse senhor, a igreja era dele, e pregava a Bíblia e a mesma não estava com vestimenta adequada. Expulsou não somente a Tia Kelly, como também, todos que estavam a acompanhando”, afirmou em nota a assessoria da preletora.

Ainda de acordo com a nota, alguém da equipe ouviu o pastor dizer que a preletora estaria “com traje de macumba”, devido a jardineira ser branca com a saia rodada.

“Em momento algum Tia Kelly se opôs, apenas pediu para pegar suas coisas, o que foi negado com esse senhor falando alto, alterado para ela se retirar. Foi necessário que uma irmã buscasse os pertences dela”, continua a denúncia.

Kelly, trabalha com ministério infantil há quase 5 anos e não estipula cachê para ministrar nas igrejas onde vai, recebendo apenas doações. A personagem Tia Boneca diverte e ensina sobre Cristo às crianças de uma forma divertida para chamar a atenção dos pequenos.

“Acreditamos e sabemos que as igrejas têm suas doutrinas e jamais faríamos algo para desrespeitar. Tia Kelly foi expulsa de uma igreja pela pessoa que deveria acolher, aconselhar, amar”, finaliza a assessoria.

Assista o vídeo com a versão da Tia Kelly:




Mais lidas

Mais artigos

Evangélico; Wesley Safadão vai à igreja mesmo com uma agenda de 25 shows por mês

O cantor ainda é muito criticado por ainda atuar no meio secular depois da sua conversão


Padre pede liberdade de Lula e depois se desculpa

O caso foi registrado no último domingo (21) durante a celebração de uma missa.


Após abandonar música gospel; Tonzão diz estar muito endividado e pede orações

O anuncio da falta de dinheiro foi feito numa das redes sociais do cantor, que deixou o gospel no final de 2017.


Igrejas de SP podem ficar isentas de taxas | Câmara já aprovou

O projeto foi votado e aprovado, agora segue pra sanção do prefeito João Dória


Igreja de R.R Soares deve quase R$15 Milhões à União |

Segundo levantamento, passa de R$900 milhões a dívida de entidades religiosas com o Governo


Presidente – Michel Temer pede orações após descobrir doença

Assessores de Temer estão pedindo que os pastores levantem um clamor pela vida do presidente


Magno Malta se irrita e ameaça processar a TV Senado –

O Senador insistiu que o câmera focasse na foto que ele segurava enquanto discursava


Cantor gospel | morre eletrocutado durante evento em igreja

Ele encostou em um fio desencapado e recebeu uma forte descarga. Foi levado ao hospital e faleceu.


Site lança biografia polêmica da cantora gospel Flordelis

A carreira música e política de Flordelis também é destacada no texto, que já recebeu duras críticas.


Veja | quais são as 7 músicas gospel que ficarão para história

Confira a lista das músicas gospel que marcaram nossa geração