Filha de Eduardo cunha quer ser eleita com voto evangélico

Para começar ela filiou-se ao PMDB e pretende trabalhar sua eleição juntamente ao público evangélico, como fez seu pai.


Publicado em: 13/12/17 às 14:55 por Micael Batista | Atualizado em 13/12/2017 às 14:55


A revista Veja publicou em sua última edição, que a filha de Eduardo Cunha, a publicitária Danielle Dytz da Cunha, fruto do primeiro casamento do deputado cassado Eduardo Cunha, vislumbra ocupar uma cadeira na Câmara de Deputados.

Para começar ela filiou-se ao PMDB e pretende trabalhar sua eleição juntamente ao público evangélico, como fez seu pai.

Danielle nunca concorreu a nada, por isso não possui experiência política.

Alvo de investigações da Lava Jato, ainda ano passado, Danielle foi investigada por possuir um cartão de crédito internacional associado à offshore Köpek.

O Jornal O Estado de São Paulo publicou que, a Köpek não possuía registro no Brasil. Graças ao apoio da equipe de investigação suíça, que pode ser feita a ligação dela a empresa.

Acredita-se que a empresa recebia o dinheiro de propina destinado a Cunha, como fruto do esquema de corrupção da Petrobrás.

Em depoimento a Lava Jato, Danielle afirmou ‘não saber’ a origem do cartão de crédito internacional que seu pai lhe dera no período em que ela vivia no exterior.

Ela revelou que entre 2011 a 2013 ela usou ‘principalmente o cartão estrangeiro’, e que não fazia ideia de extratos, que era o seu pai que autorizava os pagamentos.

Ainda que não haja nada de fato provado contra a filha de Cunha, a GDAV, recebeu R$ 1 milhão da Gol Linhas Aéreas no período 2012 e 2015.

A empresa está no nome de Danielle e do irmão Felipe, esses recursos foram intermediados pela agência Almap Publicidade e Comunicação, e constam nos documentos que serviram como base do pedido de prisão de Cunha, apresentado pelo Ministério Público.

Ainda nessa mesma época, empresas que tinham vínculo com a Gol Linhas Aéreas repassaram mais de R$ 2 milhões as empresas Jesus.com e C3 Atividades de Internet, que estavam registradas  em nome de Cunha, Danielle e Cláudia Cruz, esposa do ex-líder da Câmara dos deputados. 




Mais lidas

Mais artigos

Evangélico; Wesley Safadão vai à igreja mesmo com uma agenda de 25 shows por mês

O cantor ainda é muito criticado por ainda atuar no meio secular depois da sua conversão


Padre pede liberdade de Lula e depois se desculpa

O caso foi registrado no último domingo (21) durante a celebração de uma missa.


Após abandonar música gospel; Tonzão diz estar muito endividado e pede orações

O anuncio da falta de dinheiro foi feito numa das redes sociais do cantor, que deixou o gospel no final de 2017.


Igrejas de SP podem ficar isentas de taxas | Câmara já aprovou

O projeto foi votado e aprovado, agora segue pra sanção do prefeito João Dória


Igreja de R.R Soares deve quase R$15 Milhões à União |

Segundo levantamento, passa de R$900 milhões a dívida de entidades religiosas com o Governo


Presidente – Michel Temer pede orações após descobrir doença

Assessores de Temer estão pedindo que os pastores levantem um clamor pela vida do presidente


Magno Malta se irrita e ameaça processar a TV Senado –

O Senador insistiu que o câmera focasse na foto que ele segurava enquanto discursava


Cantor gospel | morre eletrocutado durante evento em igreja

Ele encostou em um fio desencapado e recebeu uma forte descarga. Foi levado ao hospital e faleceu.


Site lança biografia polêmica da cantora gospel Flordelis

A carreira música e política de Flordelis também é destacada no texto, que já recebeu duras críticas.


Veja | quais são as 7 músicas gospel que ficarão para história

Confira a lista das músicas gospel que marcaram nossa geração