Ex-líder do Comando Vermelho testemunha conversão após invadir igreja

Batizado de  “Ligeirinho” no mundo do crime, Aldidudima Salles era um dos homens mais temidos do País


Publicado em: 23/12/17 às 0:17 por Micael Batista | Atualizado em 23/12/2017 às 0:17


No auge de seus 53 anos, um dos fundadores da organização criminosa Comando Vermelho hoje tem a comissão de resgatar o máximo de pessoas possíveis para Cristo, assim como aconteceu com ele há 32 anos.
Batizado de  “Ligeirinho” no mundo do crime, Aldidudima Salles era um dos homens mais temidos do País entre as décadas de 1980 e 1990.
Cearense e filho de militar, Salles confessa que cometeu seu primeiro delito ainda aos 13 anos, na favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio de Janeiro.
Foi quando estava detido no reformatório que surgiu o convite para fazer parte do Comando Vermelho.
E com apenas, 14 anos já era a segunda liderança da organização criminosa e tinha 46 homens sob seu comando na comunidade da Rocinha.
E quando chegou aos 16 anos, já tinha pelo menos seis mil traficantes sob suas ordenes, e partiu para a Colômbia, em viagem, para aprender com o maior traficante do mundo Pablo Escobar, chefe do Cartel de Medellín, com quem fez amizade.
Segundo Salles, o faturamento obtido com o tráfico do Comando Vermelho chegava fácil aos R$ 50 milhões na época. Com o que ganhou chegou a ter 753 imóveis, sendo 15 deles mansões em Angra dos Reis, avaliadas em R$ 10 milhões cada.
Autor de pelo menos 76 homicídios, Salles lembra de como era frio e cruel com suas vítimas.

“Eu não tinha o capeta no corpo, eu entrava no capeta, mas me libertei”, ressaltou.

Transformação

Entretanto, sua vida estava prestes a mudar no dia 28 de março de 1986, quando Salles deliberou matar um pastor e membros de uma igreja evangélica de sua comunidade por não cumprirem uma ordem dada pelo Comando Vermelho.

“Eu odiava os evangélicos. Os usuários de droga daquela localidade estavam se convertendo, e consequentemente as vendas no ponto de tráfico em frente à igreja foram prejudicadas. Mandamos um recado ao pastor para que fechasse a igreja, caso contrário, ele e quem estivesse no culto na data marcada seriam mortos”, revelou no Site.
“Eu e um grupo de traficantes entramos na igreja para cumprir a promessa de assassinar quem estivesse ali. Porém, o homem que deveria atirar contra o pastor começou a chorar e me disse que algo estranho estava acontecendo com ele. As pessoas continuaram orando com o pastor, e eu também fui tocado naquele momento. Senti a presença de Deus”, contou o ex-traficante.
“Então entreguei meu revólver ao pastor, e decidi que jamais voltaria a cometer crimes. Fiquei oito anos fora do País por receber ameaças de morte, e há 32 anos minha missão é resgatar pessoas através da palavra de Deus”, comemorou o pastor.

Salles recebeu a condenação de 300 anos e seis meses de prisão, mas cumpriu 10 anos, dois meses e três dias da pena máxima no Brasil (30 anos). Em 1990, já convertido, ele recebeu um indulto presidencial por pedido de uma ex-governadora que afirmou ter sido curada de um câncer após oração feita por Salles.
Salles é pastor e já percorreu 32 países e crê ter convertido pelo menos 10 mil pessoas para Jesus, nos 32 anos que tem de caminha com Cristo — especialmente, um de seus 14 filhos.




Mais lidas

Mais artigos

Aline Barros fica surpresa pelo público alcançado com o seu novo projeto

Os seguidores da artista gospel estão achando magnifico, e ficaram impressionados


Cantor gospel Carlinhos Félix concede entrevista exclusiva ao Gospel Post

Desde sempre eu tenho esse chamado e Deus me escolheu mesmo, como agente canta, 'lá no ventre da minha mãe'.  


Silas Malafaia quebra o silêncio e rebate as críticas da revista Veja!

A revista Veja! nesse domingo (26) fez uma publicação onde dizia que a bancada evangélica estava com medo de se manifestar sobre as mobilizações de ontem


Juninho Black quebra silêncio e revela verdade sobre seu casamento

O artista gospel após ter negado não está com affair, revelou toda a verdade para o mundo gospel que ainda apostou em um recomeço


Fernanda Brum fala pela primeira vez sobre pacto com o diabo

A cantora gospel e pastora Fernanda Brum, é um dos maiores nomes da música evangélica. Com isso, influencia muitas pessoas


Tronco cai sobre automóvel de pastor e causa grave acidente

O acidente entretanto, aconteceu em Carolina do Norte, envolvendo o pastor de uma igreja local.


Igreja Universal realiza feito histórico e fiéis comemoram

O fato se tratou de um casamento simultâneo que segundo a estimativa, uniu  10.784 casais


Malafaia fala sobre deputados que voltaram contra a COAF; ‘rabo preso’

No entanto, a sua indignação dessa vez, tratou-se sobre os parlamentares da bancada evangélica que voltaram contra a COAF


Pastor é morto a tiros a mando de traficantes e família se desespera

O pastor João Auzier Neto, de 65 anos foi assassinado com pelo menos três tiros. O caso aconteceu no bairro Nova Esperança localizado em Manaus-AM


Presidente toma decisão inesperada e cristãos se entristecem

As expectativas da maioria dos católicos não foram atendidas, pois recentemente o presidente havia dito que iria consagrar o país a Nossa Senhora