Eleições 2018; Marco Feliciano negocia troca de partido

O partido Podemos, conta com 16 deputados, contra 11 do PSC, e tem mais tempo de propaganda na TV e recursos do Fundo Partidário.


Publicado em: 13/12/17 às 16:54 por Micael Batista | Atualizado em 13/12/2017 às 16:54


Após longos 8 anos no PSC, o deputado federal Marco Feliciano (SP), deve deixar o partido atual para integrar o Podemos. Uma das causas apontadas para a sua saída do PSC seria a pretensão de Marco Feliciano em disputar uma vaga no Senado e com o novo partido ele teria “melhores condições”.
O partido Podemos, conta com 16 deputados, contra 11 do PSC, e tem mais tempo de propaganda na TV e recursos do Fundo Partidário. Mas a possibilidade de Marco Feliciano sair a senador pelo Podemos, não foi ainda confirmada pelo partido. Em 2014, Feliciano foi reeleito com 400 mil votos e foi o terceiro deputado mais votado em São Paulo.

“O deputado entende toda essa movimentação social da sociedade como um todo como um chamado divino à mudança, e como fiel que é só compete a ele segui-lo. E o Podemos ofereceu ampla possibilidade de debate e negociações”, contou a assessoria de imprensa de Feliciano. “Ele anseia, sim, por novos desafios”, complementou a equipe, ao ser perguntada da possibilidade de disputar o senado.

Marco Feliciano já estava procurando um novo partido desde o início do ano, fez negociações com o PTB de Roberto Jefferson, que conta com 22 deputados na Câmara, mas, as negociações pararam cerca de três meses atrás, quando a negociação avançou com o Podemos. Um dos responsáveis pela “união” foi deputado Sinval Malheiros (Pode-SP), que foi interlocutor entre Feliciano e o Podemos.
Até quinta de noite o Pastor Everaldo, presidente do PSC, não sabia da decisão de Feliciano. “Não acredito que o deputado Marco Feliciano vá sair do PSC. Tivemos boas conversas nesta semana. Mas se ele mudar de partido, desejo muito boa sorte”, falou.
O Podemos quer lançar sua pré-candidatura ao Congresso em 19 de janeiro, dois meses antes da janela partidária – que é uma “brecha” em ano eleitoral para que deputadoss mudem de partido sem perder o mandato.
Mas ainda assim, precisariam de uma “carta de liberação” do PSC.
E o Pastor Everaldo já assinou uma carta destas para o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ). Mas para Feliciano, tudo indica que ele não “libera”.
“De agora em diante, quem quiser mudar de partido, vai ter que esperar a janela partidária, em março “, afirmou.




Mais lidas

Mais artigos

Evangélico; Wesley Safadão vai à igreja mesmo com uma agenda de 25 shows por mês

O cantor ainda é muito criticado por ainda atuar no meio secular depois da sua conversão


Padre pede liberdade de Lula e depois se desculpa

O caso foi registrado no último domingo (21) durante a celebração de uma missa.


Após abandonar música gospel; Tonzão diz estar muito endividado e pede orações

O anuncio da falta de dinheiro foi feito numa das redes sociais do cantor, que deixou o gospel no final de 2017.


Igrejas de SP podem ficar isentas de taxas | Câmara já aprovou

O projeto foi votado e aprovado, agora segue pra sanção do prefeito João Dória


Igreja de R.R Soares deve quase R$15 Milhões à União |

Segundo levantamento, passa de R$900 milhões a dívida de entidades religiosas com o Governo


Presidente – Michel Temer pede orações após descobrir doença

Assessores de Temer estão pedindo que os pastores levantem um clamor pela vida do presidente


Magno Malta se irrita e ameaça processar a TV Senado –

O Senador insistiu que o câmera focasse na foto que ele segurava enquanto discursava


Cantor gospel | morre eletrocutado durante evento em igreja

Ele encostou em um fio desencapado e recebeu uma forte descarga. Foi levado ao hospital e faleceu.


Site lança biografia polêmica da cantora gospel Flordelis

A carreira música e política de Flordelis também é destacada no texto, que já recebeu duras críticas.


Veja | quais são as 7 músicas gospel que ficarão para história

Confira a lista das músicas gospel que marcaram nossa geração