Quase mil pastores e missionários são expulsos da China

Liderada pelo Partido Comunista, três províncias chinesas tem fechado igrejas e derrubado templos.


Publicado em: 07/11/17 às 19:11 por Micael Batista | Atualizado em 07/11/2017 às 19:11


Cerca de mil missionários e pastores foram expulsos de três províncias chinesas, que fazem parte do projeto do Partido Comunista da China, que apoia o regime da Coreia do Norte. O governo continua com a repreensão as atividades religiosas, de acordo com um relatório publicado ontem (06).
Desde o ano passado, as províncias de Liaoning, Jilin e Heilongjiang no nordeste da China, vem deportando pastores e fechando algumas igrejas quando são identificadas, segundo o jornal britânico Express.
Na província de Jilin, todas as igrejas lideradas por sul-coreanos foram fechadas de vez. A expulsão de líderes cristãos estrangeiros e sul-coreanos, faz parte do plano chinês de implementar novos regulamentos sobre assuntos religiosos. A ideia é “erradicar o extremismo” até o início de fevereiro de 2018.
Para isso estão previstas altas multas, para quem organizar “atividades religiosas não aprovadas” e “eventos religiosos ilegais”, nos valores de US $ 30.100 a US $ 45.200.
Com a liderança do presidente Xi Jinping desde 2013,  só multiplicam as medidas contrárias aos cristãos. Já é um recorde o número de igrejas subterrâneas invadidas, pastores presos, templos derrubados e as denúncias de torturas  contra os cristãos em todo o país.
Calcula-se que a perseguição religiosa na China, cresceu 700% na última década.
A tendências é que esses números aumentem, já que o Partido Comunista pretende manter o poder de Xi Jinping até 2022, quando termina seu segundo mandato.




Mais lidas

Mais artigos

Evangélico; Wesley Safadão vai à igreja mesmo com uma agenda de 25 shows por mês

O cantor ainda é muito criticado por ainda atuar no meio secular depois da sua conversão


Padre pede liberdade de Lula e depois se desculpa

O caso foi registrado no último domingo (21) durante a celebração de uma missa.


Após abandonar música gospel; Tonzão diz estar muito endividado e pede orações

O anuncio da falta de dinheiro foi feito numa das redes sociais do cantor, que deixou o gospel no final de 2017.


Igrejas de SP podem ficar isentas de taxas | Câmara já aprovou

O projeto foi votado e aprovado, agora segue pra sanção do prefeito João Dória


Igreja de R.R Soares deve quase R$15 Milhões à União |

Segundo levantamento, passa de R$900 milhões a dívida de entidades religiosas com o Governo


Presidente – Michel Temer pede orações após descobrir doença

Assessores de Temer estão pedindo que os pastores levantem um clamor pela vida do presidente


Magno Malta se irrita e ameaça processar a TV Senado –

O Senador insistiu que o câmera focasse na foto que ele segurava enquanto discursava


Cantor gospel | morre eletrocutado durante evento em igreja

Ele encostou em um fio desencapado e recebeu uma forte descarga. Foi levado ao hospital e faleceu.


Site lança biografia polêmica da cantora gospel Flordelis

A carreira música e política de Flordelis também é destacada no texto, que já recebeu duras críticas.


Veja | quais são as 7 músicas gospel que ficarão para história

Confira a lista das músicas gospel que marcaram nossa geração