Donald Trump publica vídeo islamofóbico e é duramente criticado.

O vídeo mostra um adolescente sendo jogado de um telhado, um menino de muletas sendo agredido e a uma estátua da Virgem Maria


Publicado em: 30/11/17 às 11:08 por Micael Batista | Atualizado em 30/11/2017 às 11:08


O polêmico Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está mais uma vez nas principais mídias, após ter usado sua conta do Twitter nesta quarta-feira (29) para postar vídeos que mostram a intolerância islâmica. Os vídeos já haviam sido publicados originalmente por Jayda Fransen, vice-líder de uma organização nacionalista, chamada Britain First (“Reino Unido primeiro”).
É sem dúvida, um material de conteúdo forte. O vídeo mostra um adolescente sendo jogado de um telhado, um menino de muletas sendo agredido e a uma estátua da Virgem Maria sendo depredada, todos atos cometidos por supostos muçulmanos.
Não demorou nada para que Trump começasse a ser mal avaliado por seu ato, e ser acusado de não poder “provar” a autoria dos crimes. Embora estes vídeos já sejam bem conhecidos na internet, com milhões de visualizações.
Acusado pelos grupos dos direitos civis norte-americanos de “islamofobia” e “promoção de discurso de ódio”, Trump foi questionado e lhe foram pedidas explicações sobre sua publicação.
E até da Inglaterra veio uma contestação, James Slack, porta-voz da primeira-ministra Theresa May condenou a atitude do Presidente dos Estados Unidos da América.
Sarah Huckabee Sanders, porta-voz da Casa Branca, fez um pronunciamento em nome do presidente, reforçando que o governo de Trump pretende “promover fronteiras mais fortes” e “melhorar a segurança nacional”.
Interrogada sobre se o presidente poderia provar a autenticidade dos vídeos, Sanders foi categórica: “Se é um vídeo real, a ameaça é real. É disso que o presidente está falando”. Logo após, declarou que as lideranças mundiais “sabem que são ameaças reais”.
Apesar de desconhecidas as motivações de todos que questionaram a atitude do presidente, ninguém sequer mencionou sobre as barbáries cometidas.
Focaram apenas no fato do presidente ser “intolerante”, quando na verdade, os vídeos é que estavam ironicamente, recheados de intolerância.
O bilionário, ainda candidato, prometeu restringir a entrada de muçulmanos nos EUA, como medida de segurança, mas não conseguiu levar seus planos adiante, pois suas medidas foram revogadas na justiça.




Mais lidas

Mais artigos

Evangélico; Wesley Safadão vai à igreja mesmo com uma agenda de 25 shows por mês

O cantor ainda é muito criticado por ainda atuar no meio secular depois da sua conversão


Padre pede liberdade de Lula e depois se desculpa

O caso foi registrado no último domingo (21) durante a celebração de uma missa.


Após abandonar música gospel; Tonzão diz estar muito endividado e pede orações

O anuncio da falta de dinheiro foi feito numa das redes sociais do cantor, que deixou o gospel no final de 2017.


Igrejas de SP podem ficar isentas de taxas | Câmara já aprovou

O projeto foi votado e aprovado, agora segue pra sanção do prefeito João Dória


Igreja de R.R Soares deve quase R$15 Milhões à União |

Segundo levantamento, passa de R$900 milhões a dívida de entidades religiosas com o Governo


Presidente – Michel Temer pede orações após descobrir doença

Assessores de Temer estão pedindo que os pastores levantem um clamor pela vida do presidente


Magno Malta se irrita e ameaça processar a TV Senado –

O Senador insistiu que o câmera focasse na foto que ele segurava enquanto discursava


Cantor gospel | morre eletrocutado durante evento em igreja

Ele encostou em um fio desencapado e recebeu uma forte descarga. Foi levado ao hospital e faleceu.


Site lança biografia polêmica da cantora gospel Flordelis

A carreira música e política de Flordelis também é destacada no texto, que já recebeu duras críticas.


Veja | quais são as 7 músicas gospel que ficarão para história

Confira a lista das músicas gospel que marcaram nossa geração